Adeus ao trenzinho de madeira

Os trens de madeira portenhos deixaram de circular

Uma das curiosidades de Buenos Aires se despediu da cidade na última sexta-feira. Os trens de madeira da linha “A” do metrô fizeram sua última viagem e serão substituídos por trens novos Made in China. Para a modernização da frota, o serviço desta linha estará fechado permanentemente até o dia 08 de março, para o descontentamento de cerca de 150.000 usuários diários e para os locais comerciais que funcionam dentro das estações.

Os trens de madeira, que começaram a operar em 1913 e eram os trens mais velhos ainda em funcionamento no mundo todo, foram construídos pela companhia belga La Brugeoise. Do total de 95 trens, apenas 55 estavam operando, os outros já estavam fora de serviço ou em manutenção.

Detalhes do trem de madeira de Buenos Aires

Com a retirada dos trens de serviço, vários detalhes que faziam parte da viagem também desaparecerão: as portas que abrem e fecham manualmente, os assentos de madeira que parecem bancos de praça, as lâmpadas incandescentes com sua luz amarelada, os espelhos ao lado das portas.

O destino dessas relíquias ainda é incerto. Até agora o governo só especificou o uso que vão dar a algumas unidades. O pátio para onde os vagões foram removidos não tem espaço suficiente para guardar todos eles.

O Secretário de Cultura portenho anunciou que vão transformar alguns dos vagões em bibliotecas públicas. O projeto consiste em 10 estações de leitura que seriam formadas por grupos de dois vagões. A primeira estação seria inaugurada em março e as restantes ao longo do ano.

Os vagões seriam tratados para evitar que fiquem deteriorados quando estiverem ao ar livre, e seriam instalados na zona sul de Buenos Aires, perto do parque Lezama e também em praças ao longo do trajeto da linha “A”, como o Parque Rivadavia e Plaza Flores. Também estariam equipadas com serviço wi-fi gratuito.

Bilheteria antiga na primeira linha de metrô da América do Sul

Outra idéia lançada por ONGs de proteção ao patrimônio era manter os trens funcionando durante o fim de semana como atrativo turístico, mas é praticamente inviável porque a voltagem dos trens novos e velhos é incompatível e a linha vai ter que passar por uma remodelação importante para se adequar aos trens novos.

Ainda existe também a possibilidade de levar os trens a museus que possam conservar uma parte da história da cidade. Para isso será importante a fiscalização e a participação das pessoas para que o patrimônio que os trens representam não desapareça por indiferença das autoridades.

Metro de Buenos Aires

Metro de Buenos Aires

A modernização da frota era algo inevitável, os trens já tinham quase cem anos de uso e careciam de espaço e conforto para viajar. Mesmo assim, as últimas  viagens dos trenzinhos antigos foram marcadas pela nostalgia e pela tristeza que nos causa dizer adeus a  velhos amigos. 

Para ver mais fotos dos trens, visitem o álbum na nossa página do Facebook e se gostaram do post, compartilhem com seus amigos!

Fernanda Galli, direto de Buenos Aires, Argentina.

Post de boas-vindas | Todos os posts | Perfil | Twitter | Facebook

Anúncios

9 responses to this post.

  1. Que peeena!!
    Eu andei uma única vez nesse trenzinho, foi como voltar ao passado, ele balançava pra caramba e fazia um barulho medonho.
    Mas eu entendo que é necessaário modernizar, e tomara que consigam dar um bom destino para os vagões… Gostei da idéia de transformá-los em bibliotecas.
    Ah, saudades infinitas de Baires.
    Beijo, Fernanda

    Responder

    • Uma pena mesmo. Eu andava de vez em quando porque moro para outro lado, por isso sempre achava graça. Mas pra quem usa diariamente era já desconfortável.
      Tomara que preservem a maior quantidade possível dos trens, e que o projeto das bibliotecas saia mesmo.
      Beijocas!

      Responder

  2. Eita, eu não andei neles quando fui! Que pena!

    Responder

    • Que pena! Agora é torcer pra que saia mesmo o projeto das bibliotecas, assim pelo menos as pessoas poderão continuar apreciando os trenzinhos velhos.
      Beijocas!!

      Responder

  3. Feerr!!! Muito jóia falar desse tema!!! Eu usei muiiitooo este trem “de madeira” que, a meu ver, tem seu charme! Porem, “modernizar” é preciso simmmm, mas, que tenham o bom senso de preservar #o velhinho”, como parte da história.
    Beijao
    Renata

    Responder

    • Hola Reni!!! Os trenzinhos eram uma gracinha mesmo, mas realmente já precisavam descansar. Agora temos que torcer e ficar de olho pra que eles sejam preservados, tô torcendo muito pra sair o projeto das bibliotecas. Seria uma pena perder esse patrimônio.
      Precisamos marcar algo pra aproveitar esse tempo lindo que está fazendo por aqui! Vou te mandar mensagem.
      Beijocas e obrigada pelo comentário 🙂

      Responder

  4. Posted by José Orlando on 05/11/2013 at 9:47 AM

    se eu pudesse xingar uns palavões aqui, eu o faria para aqueles que retiraram os tais trens. Viajei neles em 2012 e adorei. Foi emocionante. Essa pretensa modernidade só traz mais caos às grandes cidades. Odiei essa atitude da prefeitura de Buenos Aires. babacas!!!

    Responder

    • Oi José, foi uma pena eles terem sido retirados, mas por outro lado quem usava a linha diariamente para ir ao trabalho sofria bastante por eles serem antigos e apertados.
      O que tem que ser feito agora é preservar esses trenzinhos, mas além de complicado, falta interesse e verba pra isso.
      Um abraço e obrigada pelo seu comentário!

      Responder

  5. […] estação Carabobo. Lamentavelmente estão sendo substituídos por trens (um pouco mais) modernos e desaparecerão em breve (é compreensível, já que eles têm quase 100 anos e estão muito defasados, mas eu acho um […]

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: